Comportamento

  • A  evolução da família: concepções de infância e adolescência

    A evolução da família: concepções de infância e adolescência

    A família desempenha papel fundamental na sociedade, não só na relação de os seus membros como lócus de afiliação e/ou de reafiliação social dos seus membros, mas também em relação ao Estado, na perspectiva de instituição social decisiva no desenvolvimento do processo de integração, inclusão social daqueles que a ela pertencem.

  • Abordagens  educativas de prevenção sobre drogas: proibicionismo versus redução de danos

    Abordagens educativas de prevenção sobre drogas: proibicionismo versus redução de danos

    Existem duas abordagens educativas sobre uso abusivo de drogas: uma que aposta nas proibições e ameaças e outra que prefere levar o sujeito a conhecer e refletir sobre essa prática. No contexto escolar, é preciso considerar que há vários tipos de drogas, de formas de consumo; isso pode trazer uma boa oportunidade de trocar ideias sobre o tema com os estudantes.

  • Qual é o meu lugar? a busca feminina pela inserção  profissional, educacional e reconhecimento social

    Qual é o meu lugar? a busca feminina pela inserção profissional, educacional e reconhecimento social

    O papel da mulher na sociedade vem crescendo nos últimos séculos, deixando de ser aquela responsável unicamente pelo lar e ganhando participação nas esferas educacionais e econômicas, ainda que continue a haver algum tipo de discriminação.

  • Saúde na escola: discutindo a questão da obesidade

    Saúde na escola: discutindo a questão da obesidade

    Por se tratar de um tema de saúde que envolve todos os segmentos da comunidade escolar, discutir obesidade é essencial e deve provocar mudanças de atitude das pessoas. Para isso é importante conhecer seus hábitos alimentares.

  • Uma  alternativa: meditação!

    Uma alternativa: meditação!

    Nestes novos tempos, os conceitos de aprendizagem, colaboração e maturidade, sem convergência natural; a meditação pode ser uma forma de “religação” consigo mesmo e com os outros; por isso cada vez mais pessoas buscam esse reencontro.

  • Um  mundo da conectividade

    Um mundo da conectividade

    A conectividade não é mais novidade. O que importa agora é descobrir se isso é bom ou mau, pois as tecnologias artificiais vêm sensibilizando o cérebro a plasticidades cada vez mais rápidas.