Ir para o conteúdo

A periferia está presente nas universidades

O caldeirão cultural brasileiro chega às universidades, como mostra o projeto realizado na UFRJ, comandado por Heloísa Buarque de Hollanda, professora emérita da Escola de Comunicação daquela universidade. Os acadêmicos têm muito a aprender com a “Universidade das Quebradas”, que se tornou um espaço permanente de criação, capacitação e diálogo entre segmentos culturais diversificados.

Publicado em