Biblioteca

Filtrar os artigos

Pesquisar na Biblioteca

Selecione uma ou mais opções

Nível de ensino

Selecione uma ou mais opções

Natureza do trabalho

Selecione apenas uma opção

Categoria de Ensino

Selecione uma ou mais opções

Ciências Ambientais

Ciências da Saúde

Ciências Exatas e da Terra

Ciências Humanas

Educação

Letras, Artes e Cultura

Políticas Públicas


Filtros aplicados:

Categoria de Ensino: Espaços Urbanos; Política Cultural; Política Educacional
Limpar filtros
Entre práticas e teorias: Subprojeto Letras/Português sob o olhar dos residentes do Programa de Residência Pedagógica da UFPI
Formação de Professores, Língua Portuguesa e Literatura e Política Educacional

Este estudo tem como objetivo retratar como foi concebido, concretizado e desenvolvido o Subprojeto Letras/Português, do Programa de Residência Pedagógica da UFPI. Foi realizada análise documental dos relatórios de residentes de escolas-campo, de modo a conhecer suas avaliações e pontos de vista. Como pressupostos teóricos, utilizamos autores que postulam a importância da articulação entre práticas e teorias para a formação inicial de professores. Verificamos que a experiência foi bem-sucedida na aproximação da teoria à prática; a articulação foi favorecida por um trabalho conjunto e plural entre todos os atores que fazem o PRP da UFPI e pela receptividade positiva dos que atuam nas escolas-campo.

Africanidade: contemporaneidade, cultura e educação
Antropologia, Comunicação, Filosofia, História, Sociologia, História da Educação, Cidadania e Comportamento e Política Cultural

O presente artigo traz pesquisa bibliográfica sobre o estudo da história e da cultura africana, destacando sua importância para que todo brasileiro tome conhecimento das contribuições que os africanos que aqui chegaram sob a condição de escravos deram para a cultura e para a produção das riquezas deste país. Foram os africanos, com os indígenas, que desbravaram matas, construíram estradas, ergueram cidades e portos e atravessaram rios na marcha para o interior. Apesar de escravos, foram atores culturais importantes e influenciaram profundamente as formas de viver e de sentir das populações com que interagiram no novo mundo.

O ensino religioso nas escolas públicas: debate sobre a inclusão das minorias e a representatividade de suas identidades
Antropologia, Filosofia, História, Psicologia, Sociologia, Teologia, Educação Infantil, Formação de Professores, Vivências de Sala de Aula e Política Educacional

Este estudo pretende abordar a reflexão acerca da disciplina Ensino Religioso nas escolas públicas e sua contribuição para a formação dos alunos, além dos recentes debates acadêmicos que giram em torno da disciplina e suas relações com os diversos campos de conhecimento. É importante analisar a construção e desconstrução da intolerância religiosa no âmbito escolar, incluindo a representatividade das minorias para que elas se identifiquem com a escola; compreendendo a importância dos diálogos interconfessionais.

A velha casa
Antropologia, História, Cidadania e Comportamento, Língua Portuguesa e Literatura e Espaços Urbanos

Imponente, a velha casa se lembra de seus tempos de glória, de festas de agitação, solenidades e grandes encontros. Entretanto, sua condição hoje não é mais essa: tem problemas no telhado e nas paredes... E o jardim, ah, o jardim. Até que um dia de manhã...

As políticas públicas de educação de jovens e adultos do Brasil Colônia à LDB nº 9.394/96
Comunicação, História, Sociologia, História da Educação e Política Educacional

O presente trabalho é fruto de uma pesquisa bibliográfica sobre as políticas públicas para a Educação de Jovens e adultos que vêm sendo implementadas ao longo do tempo, desde o Brasil Colônia até o advento da Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional de 1996. A pesquisa foi feita em livros, artigos e na legislação pertinente ao assunto em questão; ali se percebe que a Educação de Jovens e Adultos no Brasil tem sido relegada a segundo plano quando se trata de políticas públicas de erradicação do analfabetismo e como direito subjetivo que é garantido pela Constituição, de a população aprender com qualidade e formar cidadãos preparados para resolver os problemas do seu contexto e continuar aprendendo para toda a vida.

Caminhos do Saber: uma experiência didático-pedagógica
Ecologia e Meio Ambiente, Geografia, História, Formação de Professores, Instituição Escola, Vivências de Sala de Aula, Cidadania e Comportamento, Educação Artística, Fotografia, Língua Portuguesa e Literatura, Espaços Urbanos, Política Cultural e Política Educacional

Um grupo de professores da Paraíba, membros de uma ONG, vem fazendo passeios voltados para desenvolver suas culturas de modo que estejam sempre atentos para compreender mais e melhor a sua região, a sua história; com isso, esses professores poderão ensinar mais e melhor.

Os técnicos em Biblioteconomia e as bibliotecas escolares do Distrito Federal
História da Educação, Instituição Escola e Política Educacional

Esta pesquisa documental analisa a importância do técnico em Biblioteconomia nas atividades escolares e nas políticas públicas educacionais. A ausência desses profissionais prejudica o bom desempenho das atividades escolares e contribui para que as políticas públicas no campo da Educação não se concretizem.

História do ensino de Ciências na Educação Básica no Brasil (do Império até os dias atuais)
História da Educação e Política Educacional

A educação é reformulada de acordo com os interesses sociais, de acordo com o contexto político, histórico e cultural. Dentro dessa perspectiva, o ensino de Ciências foi incluído no currículo escolar e modificado conforme eram percebidas as necessidades de formação da população.

A importância da família para o sujeito portador de autismo, a educação e a formação docente
Antropologia, Comunicação, Filosofia, História, Sociologia, Educação Especial e Inclusiva, Educação Infantil, Formação de Professores, História da Educação e Política Educacional

O presente trabalho é fruto de pesquisa bibliográfica sobre transtorno do espectro autista (TEA); nela foi percebido que se trata de um distúrbio do desenvolvimento neurológico que está presente desde a infância, apresentando déficits nas dimensões sociocomunicativa e comportamental na criança. Foi percebido também o quanto a colaboração e a participação da família são importantes para o desenvolvimento dessa criança, principalmente colaborando junto aos profissionais da escola para que a sua aprendizagem significativa seja possível. Nesse sentido, percebeu-se o quanto a formação docente é importante para que as crianças com necessidades educacionais especiais sejam acolhidas em suas salas de aula, com professores preparados e competentes para que a sua aprendizagem seja significativa e de qualidade. A escola é o único espaço social que divide com a família a responsabilidade de educar. Assim, a formação dos professores é uma das primeiras etapas em busca de qualidade para a inclusão de alunos portadores de necessidades especiais, principalmente, os portadores de autismo.

Resenha do filme "Do outro lado do Atlântico"
Antropologia, Sociologia e Política Cultural

Resenha sobre o filme "Do outro lado do Atlântico", por meio das narrativas dos personagens, possibilitando refletir e/ou questionar a construção das relações étnico-raciais no Brasil.