Biblioteca

Filtrar os artigos

Pesquisar na Biblioteca

Selecione uma ou mais opções

Nível de ensino

Selecione uma ou mais opções

Natureza do trabalho

Selecione apenas uma opção

Categoria de Ensino

Selecione uma ou mais opções

Ciências Ambientais

Ciências da Saúde

Ciências Exatas e da Terra

Ciências Humanas

Educação

Letras, Artes e Cultura

Políticas Públicas


Filtros aplicados:

Categoria de Ensino: Avaliação; Educação a Distância; Educação Especial e Inclusiva; Educação Infantil; Formação de Professores; História da Educação; Instituição Escola; Vivências de Sala de Aula
Limpar filtros
O ensino da Libras no Ensino Fundamental
Educação Especial e Inclusiva e Formação de Professores

Para cumprir seu papel de formar cidadãos conscientes, a escola – incluindo aí professores, gestores e comunidade – deve estar preparada para atender aos alunos da forma mais adequada, de acordo também com as demandas de inclusão e igualdade determinadas em lei.

A Libras e a escrita de sinais
Educação Especial e Inclusiva e Formação de Professores

A escrita da língua de sinais pode ser uma solução para ultrapassar o principal entrave à participação social da comunidade surda, que engloba uma percepção única do mundo; para facilitar a interação do Surdo, foram sendo desenvolvidas formas de comunicação, iniciando com o oralismo estrito e chegando à língua de sinais.

Elaboração de experimentos para feira de ciências: uma proposta no âmbito do PIBID
Formação de Professores e Vivências de Sala de Aula

Uma das formas possíveis de trabalhar conteúdos ministrados em sala de aula é com feiras de ciências, nas quais, além do estudo de fenômenos, ocorre uma abordagem histórico-filosófica e os alunos são incentivados a pesquisar e a elaborar apresentações orais e experimentos. Nesse contexto, é importante a colaboração de alunos PIBID.

Aprendizagem mediada por signos e a construção de conceitos em uma perspectiva vigotskiana
Formação de Professores

As relações entre instrumentos e signos mostram a importância dos últimos para a comunicação e a formação de conceitos; assim é possível compreender que a aprendizagem acontece por meio do uso de sistemas simbólicos com o auxílio do outro.

Interdisciplinaridade: a alma da Ciência da sustentabilidade
Formação de Professores

Ao esgotar os recursos naturais, o modelo de crescimento econômico vigente afeta a sustentabilidade do planeta e destrói o ambiente social. Por isso, é importante formar profissionais e docentes voltados para o conhecimento e o ensino das ciências de modo integrado; essa é a proposta das Ciências da Sustentabilidade.

A inaplicabilidade de políticas educacionais para Surdos(as)
Educação Especial e Inclusiva e Formação de Professores

A escola precisa adaptar-se às novas realidades sociais, é sabido; é preciso, também, que as políticas educacionais que atendem a deficientes (neste caso, especificamente os surdos) sejam realmente cumpridas, ou seja, as leis têm que sair do papel.

Desafios e possibilidades no processo de avaliação do(a) aluno(a) surdo(a)
Educação Especial e Inclusiva e Formação de Professores

Os processos de avaliação escolar são diversos e assunto de vários livros e debates; no caso de alunos surdos essa discussão é mais complexa ainda, pois deve considerar os aspectos da deficiência, privilegiando características visuais.

Gamificação e adolescente: outra Psicopedagogia
Formação de Professores

A prática de jogos é característica do ser humano; ao ser empregada em atividades educacionais, a gamificação tem diversos objetivos, aproveitando algumas de suas características motivacionais para facilitar e desenvolver a aprendizagem.

Da cozinha à praia: uma experiência interdisciplinar
Formação de Professores

Uma atividade interdisciplinar envolvendo alimentação abordou, de forma lúdica e agradável, assuntos de Ciências da Natureza, Matemática, Língua Francesa, Biologia, Química e Educação Física, com conclusão em um piquenique na praia.

Jogos didáticos para o ensino de Ciências
Formação de Professores

A criação e produção de jogos voltados para o ensino de Ciências certamente contribuem para o desenvolvimento de todos os atores do processo educacional, pois os alunos têm mais interesse e motivação em aprender e os licenciandos que elaboram os jogos precisam conhecer e empregar técnicas que levem ao envolvimento dos alunos.